Entries Tagged 'Automóveis' ↓

O porquê das coisas no Brasil serem tão caras e “falácia” do custo Brasil

Recentemente me deparei com o lançamento do videojogo Fallout  4 e me assustei com o preço de lançamento: R$249,00 na loja Steam. Normalmente, o preço de lançamento de um jogo de PC no Brasil é da ordem de R$100,00 e este está 2,5 vezes mais caro; alguns podem pensar que os produtores do jogo podem estar compensando o valor do dólar mais alto (R$3,15 no dia em que este artigo foi postado), mas nesse caso o valor não poderia passar de R$190,00, já que o jogo custa US$59,99 nos Estados Unidos. O jogo Batman™: Arkham Knight está a R$119,00.

Jogos que são distribuídos digitalmente como estes mencionados não precisam de tanta infraestrutura: basta alguns servidores pela Internet. No caso da distribuição física de videojogos, os custos de distribuição são maiores, não vou explicar neste post, mas estão envolvidas muito mais etapas, como a fabricação da mídia e da capa, depósitos para armazenamento, veículos de transporte e etc.

No mesmo dia do lançamento do Fallout 4, eu um vídeo da revista Super Interessante que explicava qual a razão do custo tão alto de uma Ferrari Spider (R$1.950.000,00) e notei algo muito semelhante apesar de serem produtos tão diferentes.  No caso do carro, o preço de venda é alto devido a quanto o consumidor pagaria por um carro desses e não por causa da sua qualidade (não confunda: essa Ferrari é um ótimo carro, eu já testei).

Mas o mesmo vale para o jogo: os produtores do Fallout 4 simplesmente acreditam que apesar do preço, os consumidores brasileiros vão comprá-lo. E tem mais, sendo este o jogo distribuído digitalmente, os custos de fabricação não existem, somente os de desenvolvimento apesar de existir os custos de armazenamento, que são bem menores.

Essa lógica de preços valem para vários outros produtos, tais como os produtos da Apple, que no Brasil são caríssimos, mas as pessoas compram assim mesmo. Você pode ver por aí muitas explicações para o preço alto destas coisas e o “Custo Brasil” é muito citado, mas no vídeo abaixo pode-se notar que o problema não é este custo e tão pouco os sempre citados impostos: o real problema disso tudo é a “lógica” do brasileiro ao avaliar o real valor de um produto, dão excessivo valor a eles e não se importam em pagar mais.

Democracia chinesa

Um pouco de cada

Os chineses gostam de “homenagear” os outros. Os seus carros sempre têm um quê de “já vi antes”. Acima o painel que remete ao Honda Fit acompanha boa ergonomia e acabamento com material decente e sem rebarbas.

Tal qual os coreanos, carros vindos da China irão melhorar a cada ano em todos os aspectos. Eles têm uma incrível capacidade de copiar. Certamente chegarão perto do nível dos melhores.

QQ será?

QQuestão de tempo?

Para ter um Fiat Mille – o carro nacional mais barato, é preciso desembolsar R$ 23.850,00. Básico ao extremo. Duas portas apenas. Sem nenhum item relevante de conforto. Ou volante espumado é vanguarda nesse quesito? Na lista de equipamentos de segurança brake light é o ponto alto.

Chery QQ e Fiat Mille. 950 reais separam os dois. China e Itália. O velho mundo têm tradição. Os orientais, o preço menor e tudo o que um carro deve ter. Do ex-Uno a confiabilidade é inegável. Do chinês, incógnita. Assim como não se sabe ao certo se o padrão de qualidade, segurança e baixa emissões são compatíveis com o nosso mercado. Embora o mercado brasileiro não seja exatamente referência.

O ponto é que o QQ poderá ser um marco. O antes e o depois. Baixo custo e completo. Justo.

Se o carrinho for robusto e durável, e a Chery montar um bom esquema de revendas e peças de reposição, é uma simples questão de tempo.

Vergonha

A EuroNCAP é uma entidade independente que  realiza testes de colisão para avaliar a segurança dos carros vendidos na Europa. Pois acabaram de chegar à América Latina com a Latin NCAP – o programa de avaliação de carros novos na América Latina. Os critérios são os mesmos dos europeus.

Pra começar meia dúzia de carros foram avaliados.

O resultado é, no mínimo, vergonhoso. Todos os 6 modelos que estreiaram os testes foram reprovados. Vejam no link.

Aguardem a ladainha dos nossos fabricantes.

Volto depois.

320 a 32

Não lembra o inglês?

Fim de semana retrasado estive em Santos. Fui a um shopping perto do canal 2 aonde havia um Lifan 320 em exposição. Carro chinês inspirado no compacto de luxo Mini Cooper. Neste caso inspiração e plágio são quase sinônimos. Para os chineses uma (quase) cópia é como uma homenagem, quem sabe até inocente…

O fato é que com os 32 mil reais cobrados pelo Lifan não se compra nenhum outro carro com os mesmos equipamentos do pequeno oriental. Não há um sequer.

O 320 têm direção assistida, ar condicionado, bolsas infláveis para motorista e passageiro, trio elétrico, farol de neblina, freios ABS, rodas de liga leve, entre outros.

Se ele possui uma farta lista de equipamentos, falta-lhe um item obrigatório: confiabilidade. Como será o pós-venda? Haverá peças de reposição a pronta entrega? O carro é durável? Digo, ainda, que este é o grande desafio que se apresenta às marcas chinesas, provar que são dignas da confiança do consumidor brasileiro.

Não têm cadeirinha? Vá de táxi!

Há um ponto incongruente na resolução 277 do Contran a partir do qual equívocos se desenrolam. Na cidade de São Paulo, por exemplo, aqueles flagrados em blitz que não utilizam o dispositivo adequado para transportar as crianças menores de 10 anos, estão sendo obrigados a colocá-las num táxi sem o equipamento de segurança, sob pena de ter o automóvel retido. O disposto não se aplica aos veículos de transporte coletivo, aos de aluguel, aos veículos escolares e aos de transporte autônomo de passageiro (os táxis).

Eis a incoerência na aplicação da lei, pois a maneira insegura de transporte não se altera ao pôr o menor no táxi. Também a multa é acrescida do valor da corrida. O autuado paga duas vezes.

Conquanto a finalidade desta resolução vise a segurança das crianças, certo é que não alcança a eficácia necessária. Acidentes podem acontecer com qualquer meio de transporte.

Outro ponto, acabou a carona eventual. Quem se arriscará a tomar uma multa para levar a tia e a priminha até em casa? Os taxistas certamente irão agradecer, não?

Há boa intenção do Contran, é inconteste. Faltou, na minha opinião, mais rigor. Livrar aqueles da obrigatoriedade não foi sensato. A segurança vem em primeiro lugar.

O Contran promete regulamentar para esses transportes num futuro próximo. Mas não há sequer um prazo para que isso ocorra, embora pareça razoável que a implementação aconteça de modo gradual e acompanhada de uma forte campanha educativa.

Carro no Brasil custa até 3,6 vezes mais que nos EUA

Você que está querendo comprar o seu carro, dê uma olhada na tabela abaixo. Note a diferença de preço entre os carros. Absurdo? Mais absurda foi a razão dada: tem gente que paga por isso (nós).

A razão oferecida eram os altos impostos do Brasil mas isso mudou. A agencia AutoInforme foi a fundo disso e descobriu que que não é necessário ao fabricante abaixar o preço se o concorrente tem um carro equivalente por um valor um pouco mais caro.

Assim é mantido um cartel informal que mantém o preço do automóveis altos.

Mas estes automóveis da tabela são os mais caros, são os “de luxo” no Brasil. Isso se aplica aos carros mais baratos? Possivelmente. Os fabricantes  no Brasil competem entre si em várias categorias de automóveis, por que ele abaixaria o preço dos “populares” se o equivalente do concorrente está mais caro?

E tem mais: se vender muito mais barato que o concorrente, o cliente pode pensar que eles pioraram a qualidade do carro, ou o concorrente pode espalhar isso para difamar o produto.

E assim o Brasil segue com carros caros e financiamentos longos.

Marca_Modelo_VersãoPreço Brasil R$Preço EUA R$Diferença %
AUDI Q7 3.6 FSI QUATTRO TIPTRONIC278.00086.296222
AUDI Q7 4.2 FSI QUATTRO TIPTRONIC349.000112.240211
BMW SERIES 3 335I319.00094.208239
BMW X6 XDRIVE 35I325.000103.960213
BMW X6 XDRIVE 50I390.000123.648215
CHRYSLER TOWN & COUNTRY LIMITED173.90052.302232
FORD FUSION 2.5 16V SEL80.90045.36576
FORD FUSION 3.0 V6 4WD SEL99.90051.73293
FORD EDGE 3.5 L DURATEC V6 4WD SEL129.00059.377117
HONDA FIT 1.5 FLEX EX MT59.53027.416117
HONDA FIT 1.5 FLEX EX AT63.39528.888119
HONDA FIT 1.5 FLEX EXL MT63.33530.194110
HONDA FIT 1.5 FLEX EXL AT69.18031.758118
MERCEDES E-CLASS E 350 COUPE PLUS285.00088.412222
MERCEDES E-CLASS E 350 AVANTGARDE269.90089.424202
MERCEDES E-CLASS E 350 AVANTGARDE EXECUTIVE299.00089.424234
MERCEDES M-CLASS ML 500376.023104.420260
MINI COOPER CHILLI91.00034.592163
MINI COOPER S128.00041.032212
MINI CLUBMAN COOPER S138.60044.252213
MINI COOPER CABRIO123.00044.620176
MINI COOPER S CABRIO144.50049.956189
SMART FORTWO CABRIO 1.0 62KW PASSION64.90025.742152
SMART FORTWO COUPE 1.0 62KW PASSION57.90031.26285
VOLKSWAGEN TIGUAN 2.0 TSI 4MOTION99.99048.300107
VOLKSWAGEN TOUAREG 3.6 V6 TIPTRONIC203.49075.164171
VOLVO XC60 3.0 COMFORT138.50068.448102
VOLVO XC60 3.0 TOP165.90076.452117
Fonte: Jacto Dymanics do Brasil

Pensando um pouco mais…Será que isso não se aplica a outros produtos ou serviços. Celulares e internet por exemplo, todos absurdamente caros no Brasil.

Link do Diárionet para a notícia.